Artistas cearenses estão entre os melhores do ano para APCA

Compartilhe nas redes

A Associação Paulista de Críticos de Artes divulgou, nesta segunda-feira (31), os melhores de 2021, nas categorias Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Dança, Literatura, Música Popular, Rádio, Teatro, Teatro Infanto-Juvenil e Televisão.

Entre os agraciados, em Fotografia está Terra em Transe no Museu Afro Brasil (600 imagens de 60 fotógrafos), em Melhor Filme está Cabeça de Nêgo, de Déo Cardoso, e como Artista do Ano em Música Popular, está o Rapper Cearense Don L, pelo disco “Roteiro pra Aïnouz, Vol 2”.

Produções de artistas, diretores, fotógrafos, músicos e escritores cearenses que levam a cultura do nosso estado para todo o país.

Terra em Transe faz parte da I Edição do Fotofestival Solar, sendo atualizada neste ano para tratar de assuntos como a pandemia e seu impacto na vida dos brasileiros. Esteve em cartaz, em 2021, no Museu Afro Brasil no Ibiraquera numa realização com a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará e do Fotofestival Solar . Com regularidade bienal, o Fotofestival SOLAR faz parte de um plano de fortalecimento da cultura e das artes por meio da fotografia, integrando o calendário de eventos estratégicos do Ceará. A primeira edição do SOLAR ocorreu de dezembro de 2018 a abril de 2019, em Fortaleza com previsão da segunda edição para 2022.

Aclamado pelo público e pela crítica após exibições em festivais, o filme cearense Cabeça de Nêgo, dirigido e roteirizado por Déo Cardoso, apresenta pautas urgentes como a luta contra o racismo e o fascismo, mobilização estudantil, ação popular direta, consciência coletiva, precarização do sistema de educação e contextos de opressão socioeconômica. Muito nos honra saber que este diretor já ministrou aulas nos Cursos Básicos de Audiovisual, da Escola Porto Iracema das Artes, que integra a Rede de Equipamentos da Secult. Nas ocasiões, Déo trouxe o debate sobre o Cinema Negro, e a Anatomia do Filme “Cabeça de Nêgo”.

Outro artista vitorioso da APCA é o rapper cearense Don L, pelo disco Roteiro pra Aïnouz (vol2), no qual traz uma volta ao passado, abraçando a temporalidade e a história com impressionante maestria. Don L, ainda em 2017, deu início a uma trilogia, com Vendendo um Roteiro para filme do Diretor cearense Karim Aïnouz, e agora com o Vol2, observamos a continuação de um trabalho com influências de diversos estilos marcantes na produção de Don L, como souls, drills, traps e clássicos da MPB.

A Secult parabeniza a todos os agraciados pela premiação da APCA, uma entidade não empresarial e de caráter independente, formada por quadro associativo cujos integrantes têm majoritariamente atuação profissional no exercício do jornalismo cultural ou exercício de crítica na área artística.

A cerimônia de premiação com a respectiva entrega dos troféus está prevista para acontecer ainda neste primeiro semestre do ano.

Compartilhe nas redes

Deixar uma resposta