BECE realiza live sobre humor com Leo Suricate e Mila Costa

A terceira edição do “Livros Abertos”, que será transmitida ao vivo dia 23/06 (18h) pelo Youtube da Biblioteca Pública Estadual do Ceará – BECE, trará em cena o humor, a irreverência e as “marmotas” que marcam o espírito do povo cearense. O projeto tem curadoria de Glória Diógenes, socióloga e professora. 

Poéticas e invenções da cidade: irreverência, humor, personagens e alegorias. Fortaleza carrega o epíteto do Ceará moleque, a marca da espirituosidade e da irreverência. Neste sentido, o projeto “Livros Abertos” da BECE, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), traz para a edição de junho o tema Humor e Irreverência no Ceará

A live conta com a participação de Leo Suricate, artista e influenciador digital, faz parte do Suricate Seboso e da Vetinflix, selo de cultura digital periférico do Ceará. Morador do Jangurussu, Leonardo de Souza, começou a utilizar sua influência digital para debater a cultura de periferia. Hoje junto com seu irmão Dudu, fazem o Suricate Seboso, personagem que é referência no Ceará e no Nordeste. Em 2019 em parceria com a Nigéria Filmes e vários influenciadores periféricos de Fortaleza criaram a série La Casa Du’z Vetin, uma série multiplataforma de humor e ação que retrata o cotidiano de jovens da periferia da cidade… lotando praias, praças, teatros e salas de cinema.  

A história de uma cidade também se conta por narrativas que fazem rir, que brincam entre verso e reverso das situações cotidianas. Que risos, causos, espirituosidades  contam, por meio de palavras não escritas, personagens e paisagens do Ceará Moleque?“, comenta Glória Diógenes. 

Com mais de 200 mil seguidores, a influencer Mila Costa nos conta a saga de uma rotina de alegrias, chatices, realizações, frustrações e reavaliação diária dos sonhos que temos. Em seu instagram @nocasomila compartilha sobre o dia a dia da vida adulta, com humor, incluindo tudo que uma vida adulta tem: sorrisos, emoções, dias após dias e muito amor em tudo. Inclusive tem uma coluna sobre tantos assuntos como esses. O dia a dia de uma pessoa “normal”.

A mediação será feita por Rosana Reis, artista multilinguagem e jornalista. Nasceu na cidade de Fortaleza e vive hoje em Redenção. Trabalha na Unilab, a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, e conduz um processo em teatro chamado “Para Minhas Filhas” juntamente com Mariana Bertini.

Cada participante dos encontros do “Livros Abertos” criará seu modo singular de se apresentar. Mais que uma mesa formal, de assuntos a discutir, o espaço de conversas do programa é um lugar de encontro, uma extensiva calçada de trocas, em que objetos, indumentárias, adereços, voz, corpo e poética compõem a cena pelos convidados. 

Serviço

Programa “Livros Abertos: Humor e Irreverência no Ceará

Dia 23 de abril, às 18h

Convidados: Leo Suricate e Mila Costa

Mediação: Rosana Reis

Curadoria: Glória Diógenes 

Youtube da BECE 

Deixar uma resposta