Especialista lista dicas sobre o que fazer com o 13º salário

Compartilhe nas redes

O último dia 20 de dezembro foi a data limite para as empresas pagarem a segunda parcela do 13º salário a seus funcionários. Aposentados e pensionistas do INSS também já receberam seus vencimentos. A grande dúvida que fica é sobre o que fazer com o dinheiro.

Leonardo Albuquerque, CEO da GFT Credmais, explica que apesar de o 13º ser um ‘extra’, já deve ser considerado na hora de fazer o planejamento anual. “Muita gente até esquece que tem direito e leva susto na hora que recebe. O ideal é já se planejar com esse dinheiro para quando ele chegar, não deixar parado”, aponta.

Para Leonardo, essa regra tem uma exceção, que é o caso das dívidas. “Não se deve sair comprando e fazendo dívidas contando com o 13º para quitá-las no fim do ano. Imprevistos podem acontecer no caminho, ficar desempregado ou alguma emergência médica, por exemplo. Mas, claro, se já tiver essas dívidas, é interessante que separe um valor para pagá-las, de preferência as que têm juros maiores”, explica.

Época de fim de ano é muito conhecida também por confraternizações e festas, onde geralmente acontecem os amigos secretos e reuniões de famílias. Outra dica é separar uma quantia para comprar os tradicionais presentes, assim não compromete a renda mensal que já é usada para os gastos protocolares.
Segundo o CEO da GFT, o objetivo principal é salvar uma quantia para investir no futuro, seja comprando cursos de capacitação profissional, investir em opções rentáveis, ou fazer uma reserva de emergência. “A minha dica é pensar no seu futuro, na independência financeira. Pode-se procurar um investimento que tenha uma boa rentabilidade, ou se capacitar na sua profissão para buscar uma promoção de cargo e aumentar os vencimentos no fim do mês”, finaliza Leonardo.

Compartilhe nas redes

Deixar uma resposta