Livro infantil aborda o drama dos refugiados de forma poética e sensível

“O mesmo mar que banha um país em guerra banha um país em paz”

Lançado recentemente pela PAULUS Editora, a obra infantil “O quintal de Aladim” introduz ao universo infantil, de forma leve e poética, a questão dos refugiados. Ilustrado por Simone Matias, o livro de Andréa Avelar conta a história do pequeno Amin, de 11 anos, e sua família, que chegou ao Brasil de navio, fugindo da guerra na Síria.

Apesar da temática séria, um drama enfrentado por milhares de pessoas em todo o mundo, a obra “O quintal de Aladim” aborda o tema de forma leve, introduzindo ao universo infantil uma realidade que muitas crianças experimentam em seu espaço escolar: a chegada de um novo colega, vindo de um lugar distante, com cultura e tradições muito diferentes.

No livro, que marca a estreia da autora Andréa Avelar na Editora PAULUS, o pequeno Amin relata como era viver na Síria, antes e durante a guerra. “O quintal acabou. A mesa cheia acabou. Não há mais mesa com irmãos, primos, pai e mãe. Acabou o cheiro de anis. O que restou foi cinza e chão vazio”, relata o personagem.

De forma sensível, o livro “O quintal de Aladim” traduz aos pequenos leitores os sentimentos experimentados pelo personagem Amin: tristeza, saudade, medo, insegurança, expectativa. No Brasil, ele passa por muitas mudanças: novo idioma, novos amigos, cheiros, sabores. Na história, Amin é acolhido com muito carinho pelos amigos, que têm curiosidade de conhecer o país do novo colega de turma. Valores como amizade, respeito e aceitação social são trabalhados na narrativa.

A obra faz parte da coleção Lendo o mundo e é indicada para todas as crianças e adultos que sonham com um futuro onde todos sejam tratados com respeito e seus direitos sejam legitimados. As ilustrações ajudam o leitor a adentrar na história do pequeno Amin e sua família, que no Brasil foi chamado carinhosamente por seus amigos de Aladim.

Andréa Avelar é graduada em jornalismo e comunicação social, especializada em produção cultural para a infância. É escritora, poetisa, compositora e roteirista. Nasceu e vive em São Paulo. É autora de vários livros e já visitou dezenas de escolas para conhecer e conversar com os leitores. Segundo ela, as histórias nascem em quintais do mundo inteiro, como o de Aladim. Sonha com o dia em que todas as crianças possam ter um quintal e o cheiro dele para se lembrarem. “O quintal de Aladim” é seu livro de estreia pela PAULUS Editora.

Simone Matias é formada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Descobriu a ilustração quando trabalhou como babá nos Estados Unidos, em 2000, vendo as crianças lendo. Passou a sonhar como seria desenhar e pintar pessoas, bichos e lugares para belas histórias. Fez vários cursos, entre eles o de ilustração na Scuola Internazionale d’Illustrazione, em Sarmede, na Itália; e desenho e pintura na Florence Academy of Art, em Nova Jersey, Estados Unidos. Ilustrou sua primeira história em 2006 e tem mais de 50 livros publicados. Pela PAULUS Editora, Simone ilustrou as obras: “Favela”, “O presente”, “Luiz Lua, Gonzaga Estrela, o Rei do Baião” e “A rua que flutua”.

Deixar uma resposta