Mostra de Artes da Porto Iracema – MOPI reúne apresentações de artistas do interior e da capital, a partir  do dia 5 de julho

Compartilhe nas redes

A Mostra, gratuita e aberta ao público, ocorre na Porto Iracema, na Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, no Teatro Dragão do Mar e no Theatro José de Alencar, além de promover um Pitching de Cinema em modo virtual

A Porto Iracema das Artes – Instituição da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult) gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM) – realiza, no período de 05 a 10 de julho, a 9ª edição da Mostra de Artes da Porto Iracema (MOPI), reunindo os projetos artísticos desenvolvidos no âmbito dos programas de formação da Escola. São mais de 20 espetáculos nas diversas linguagens, envolvendo artistas da capital e do interior do estado, numa intensa programação que ocupará diversos espaços da rede de equipamentos culturais da Secretaria da Cultura. Este ano, a MOPI retorna de forma presencial, depois do período de isolamento, imposto pela pandemia da Covid-19.

A MOPI 2022 reúne projetos artísticos da 8ª e 9ª edição dos Laboratórios de Criação, além de trabalhos do Programa de Formação Básica da Escola, com apresentações gratuitas, distribuídas na Porto Iracema das Artes, Teatro Dragão do Mar, na Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e no Theatro José de Alencar. Por unir duas edições dos Laboratórios, neste ano a MOPI recebe o nome de MOPIZona, nomeação que evoca a ideia de “zona artística”, um movimento que mobiliza um grande número de artistas, com projetos pontuados pela diversidade estética e cultural. Em outubro, a MOPI será concluída com a exposição de artistas participantes do Laboratório de Artes Visuais no Museu de Arte Contemporânea do Ceará (MAC Dragão) e a Mostra de Vídeos do Porto, no Cinema do Dragão do Mar.

Entre as apresentações estão shows musicais, exposição de artes visuais, performances de dança e também o Pitching de Cinema, que ocorre de modo virtual e terá o júri composto por profissionais do campo audiovisual. Formam o júri os produtores Ernesto Soto, Joelma Oliveira Gonzaga, Mannu Costa, além de Kênia Freitas, curadora e programadora do Cinema do Dragão. As apresentações artísticas serão seguidas por rodas de conversa que abrem espaço para o debate relativo ao processo de criação desenvolvido nos respectivos Laboratórios de Criação.

A diretora de Formação do Instituto Dragão do Mar e da Porto Iracema das Artes, Elisabete Jaguaribe, observa a importância dos encontros da MOPI. “Depois de meses mergulhados num intenso processo de criação, os artistas agora vivem o encontro com o público, num ambiente de conversa, de troca de experiências. Esse encontro é precioso, porque desencadeia novos processos de criação”- diz a professora, acentuando o lugar de referência nacional ocupado hoje pelo Programas de Formação do Porto Iracema das Artes. “Estamos na 10ª Edição do programa de Laboratórios de Criação, além do Programa de Formação Básica, que integra dezenas de jovens no mundo das artes. São experiências múltiplas que geraram metodologias importantes para o campo da formação artística no país. Nesse tempo, os projetos desenvolvidos circularam mundo afora, gerando redes de criação fundamentais para o campo cultural do país” – observa a diretora do Porto Iracema das Artes.

A coordenadora dos Laboratórios de Criação, Cláudia Pires, detalha que a MOPIZona é um momento de partilha expandida e celebração. “Mobiliza artistas e projetos que passaram pelos Laboratórios nas edições impactadas pela pandemia. É um grande encontro que fortalece e evidencia os campos de invenção nutridos ao longo dos processos de pesquisa”, afirma.

O mesmo sentimento é compartilhado pelo coordenador do Programa de Formação Básica, Edilberto Mendes. “A MOPI é muito especial para estudantes de formação básica. A mostra completa o ciclo criativo do PREAMAR, onde desenvolveram seus trabalhos artísticos, chegando à etapa da exibição pública. É um momento de autoafirmação, de empoderamento, de reconhecimento do lugar da arte em suas vidas” – afirma Edilberto Mendes.

O diretor de Articulação Institucional do Instituto Dragão do Mar, Lenildo Gomes, acentua a excelência dos processos de formação do Porto Iracema das Artes. “Os laboratórios de criação, assim como o programa de formação básica, ocupam hoje um lugar muito importante no desenvolvimento dos processos de criação artística no estado. Artistas que passam por eles, têm a oportunidade de acessar discussões e conceitos fundamentais para a arte contemporânea, tanto no aspecto estético quanto no que diz respeito às questões políticas do fazer artístico. Nesse sentido, uma mostra como essa se torna um poderoso painel daquilo que vem sendo produzido a partir das atividades desenvolvidas, resultado de tutorias altamente qualificadas e com enorme comprometimento de todas as pessoas envolvidas.”

Via Lei Federal de Incentivo à Cultura, da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, os Laboratórios de Criação da Porto Iracema das Artes contam com o Patrocínio Master da Cagece, além do Patrocínio das empresas Dass, Democrata Calçados e Neorubber e o Apoio da Termaco, com Parceria da BG Soluções Sociais.

Confira a programação completa da MOPIZona:

Terça-feira (05/07):

Música > “Fortalezas: trajetos de um mundo virá”, do Grupo Viramundo, às 19h, no Teatro Dragão do Mar .

Música > “O Cheiro do Queijo – Circo Rap”, às 21h, no Teatro Dragão do MarArtes Visuais> Exposição “Corpo-Território: Vivências Paralelas”, às 18h, na Porto Iracema

Quarta-feira (06/07):

Teatro > “Excavatio”, às 17h, de Farol Ateliê e Terreiro Arte e Tradição, na Praça Verde do Dragão do Mar

Dança > “Soft Fúria”, às 19h, na Sala Nadir Papi Saboya do Theatro José de AlencarMúsica > “Do Dialeto ao Dia Lento”, do SEP85, às 19h, no Teatro Dragão do MarDança > “Banhanças”, às 20h, no Palco Principal do Theatro José de AlencarMúsica > “Música Periférica Brasileira”, de Carú Lina, no Teatro Dragão do Mar

Quinta-feira (07/07):

Dança > “ESTCR – Eu Só Trabalho Com Referência” às 19h, no Palco Principal do Theatro José de Alencar

Música > “Vacilant Investiga o Tempo”, às 19h, no Teatro Dragão do MarTeatro > “Procedimentos Para Não Esquecer”, da Coletiva NEGRADA, às 20h, na Sala Nadir Papi Saboya do Theatro José de AlencarMúsica > “Um Salve à Música Negra Cearense”, de Caiô&Outragalera, às 21h, no Teatro Dragão do Mar

Sexta-feira (08/07):

Dança > “O Cheiro da Lycra”, às 18h, no Palco Principal do Theatro José de Alencar

Dança > “Lança Cabocla”, às 19h, na Sala Nadir Papi Saboya do Theatro José de AlencarMúsica > “Amarga”, de Moon Kenzo, às 19h, no Teatro Dragão do MarDança > “Na terra em que o mar não bate, não bate o meu coração”, às 20h, no Palco Principal do Theatro José de AlencarMúsica> “Mulher de 60”, de Adna Oliveira, no Teatro Dragão do Mar

Sábado (09/07):

Teatro > “Solo Fértil – Mulheres do Meu Interior”, da Cia Bravia, às 18h, na Sala Nadir Papi Saboya do Theatro José de Alencar

Teatro > “Chorume.Doc”, da Cia Ortaet, às 19h, no Palco Principaldo Theatro José de AlencarDança > “Repovoar Imaginários Sobre o Amor”, às 20h, na Sala Nadir Papi Saboya do Theatro José de AlencarCinema > Pitching de Cinema (A atividade ocorrerá de forma virtual, e em virtude da legislação eleitoral, será veiculada posteriormente no Youtube da Porto Iracema das Artes)

Domingo (10/07):

Teatro > “Portas de São Pedro”, às 18h, no Porão do Theatro José de Alencar

Dança > “Corporificar”, às 19h, na Sala Nadir Papi Saboya do Theatro José de AlencarTeatro > “De uma Diva para uma Divina”, às 20h, no no Palco Principaldo Theatro José de Alencar
>> O acesso do público às apresentações nos espaços de teatro se dará por ordem de chegada, retirando as senhas gratuitas na bilheteria com até uma hora de antecedência, respeitando a capacidade de cada sala.

Sobre a Escola

A Porto Iracema das Artes é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há oito anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

O quê: Mostra de Artes da Porto Iracema das Artes (MOPI) com apresentações em diferentes linguagens artísticas

Quando: de 5 a 10 de julhoOnde: Porto Iracema das Artes, Teatro Dragão do Mar, Praça Verde do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e no Theatro José de AlencarGratuito e aberto ao público

Compartilhe nas redes

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.