Novo projeto do Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS-CE) é apresentado em live nesta quinta, 22/7, às 16h

A transmissão será feita no canal do Youtube da Secult Ceará.


O Ceará está prestes a ganhar um de seus mais modernos museus. Isso porque o Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS-CE) – equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará) –  está na reta final das obras de modernização para receber o público com um espaço ampliado, tecnológico e multiuso. Enquanto aguardamos mais uma importante entrega do Governo do Ceará para os cearenses – prevista para o primeiro semestre de 2022 -, o novo projeto do MIS-CE será apresentado em uma live especial nesta quinta-feira, 22/7, às 16h, no canal do YouTube da Secult Ceará, com a presença do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano Piúba; da coordenadora de Patrimônio Cultural e Memória da Secult Ceará, Cristina Holanda; e do diretor do equipamento, Silas de Paula, em um bate-papo com os internautas.

O novo projeto do MIS contempla a diversidade conceitual, cultural e de linguagem em suas atividades. Pensado através de diversos eixos de gestão, planejamento e monitoramento de resultados, a sua maior missão é ampliar o acesso da sociedade aos bens culturais, estimulando pesquisas e atividades que preservem e difundam o patrimônio material e imaterial em conjunto com o imaginário das comunidades cearenses.

O novo MIS

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult Ceará) investe quase R$ 16,8 milhões para a obra do Museu da Imagem e do Som. Em 2.700 m², o MIS apresenta dois espaços principais: a casa, destinada à administração e pequenas exposições, e um bloco maior, multifuncional, voltado para exposições de longa duração e eventos, onde está a maioria das novas estruturas. É o chamado Novo MIS.

Inaugurado em 1980, o MIS possui um acervo de mais de 160 mil itens, entre discos, fotos, filmes, VHS, DVDs, guardando ainda aparelhos antigos como televisores, monóculos, máquinas fotográficas e uma variedade de registros preciosos da história cearense, cultura popular, teatro, artesanato, cinema e música. Originalmente, o espaço foi residência de propriedade do ex-senador Fausto Augusto Borges Cabral, nos anos 1950, passando a ser residência oficial do Governo do Estado em 1963, e, posteriormente, local onde funcionava o Museu Antropológico do Ceará.

Serviço

Live de apresentação do programa do Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS-CE)

Quinta-feira, 22/7, às 16h no Youtube da Secult Ceará (youtube.com/SecultCearaGov)

Deixar uma resposta