ONG oferece cursos gratuitos de dança contemporânea, balé classico, teatro e karatê

Compartilhe nas redes

A ONG Bailarinos de Cristo, Amor e Doações, com sede no bairro Bela Vista, precisa do apoio de todos para levar cursos de arte, cultura e esporte para jovens em situação de risco

Uma ONG que tira jovens da criminalidade e violência, em áreas de risco na capital cearense. Precisamos falar do BCAD – Bailarinos de Cristo Amor e Doações, que oferece cursos ligados ao esporte, cultura e arte gratuitos e conta com a contribuição de todos para continuar seu trabalho. Com sua sede própria, no bairro da Bela Vista, o BCAD trabalha na construção de uma nova realidade, para que crianças, adolescentes e jovens não parem de sonhar com uma vida mais digna, contudo, muito ainda pode ser feito.

Promover a Inclusão social de crianças e adolescentes no bairro de Bela Vista, através de diversas atividades gratuitas na perspectiva da construção da cidadania tendo a arte como foco de intervenção integral. Depois de um período fechada, a ONG voltou a funcionar e oferecer cursos. O BCAD utiliza a dança, teatro e canto também como aliados para alertar crianças, adolescentes, familiares e as comunidades do entorno, sobre as vulnerabilidades a que estão expostos, utilizando novas tecnologias de comunicação para a montagem de esquetes de teatro e dança em teatros, praças e escolas públicas da periferia da cidade. Alguns cursos do BCAD estão ainda com inscrições abertas.

Transformar vidas: é o principal objetivo da diretora do BCAD, Janne Ruth. A instituição Bailarinos de Cristo, Amor e Doações, fundada em 1994, é proponente do FENDAFOR – Festival Internacional de Dança de Fortaleza, que já tem data marcada para acontecer esse ano, em Junho e julho. O BCAD partiu da experiência de trabalho desenvolvido pela Companhia de Dança Jane Ruth, criada em 1985. Instalada no bairro Bela Vista, em Fortaleza, a BCAD beneficiou milhares de crianças e adolescentes, na faixa etária de 7 a 17 anos. Também já foram beneficiados idosos e adultos das 1.100 famílias inscritas no BCAD, através da realização de aulas de alfabetização, de palestras, atividades lúdicas e artesanais, qualificação em corte e costura e outras, entre outras atividades.

“Conheci o BCAD quando tinha 14 anos. A minha tia conheceu o projeto e me inscreveu. Sou morador da Bela Vista e eu sempre me interessei muito por arte”, afirma Alex Silva, bailarino que é uma das revelações do Festival e do BCAD e hoje trabalha com Janne Ruth. “Primeiro espetáculo que fiz se chamava “Milagre”, e logo depois vieram outros como “No Nordeste é Assim”, “Califon”, “Neura”. Minha primeira viagem de avião já foi para a Europa, com “Califon”. Viajei por muitas cidades do Brasil com a BCAD Companhia de Dança como Recife, Natal, Belo Horizonte, Florianópolis, São Luiz, Teresina. No exterior conheci a Espanha, a Suíça, Colômbia”, afirma. “A sensação de pisar em outros palcos e estar mostrando minha arte e o que sei fazer é inexplicável. Acho que todo bailarino tem um sonho de poder levar o nome da sua cidade para outros lugares e isso me deixa muito feliz”, completa Alex. “Além de ser bailarino da Companhia, tenho uma ótima relação com Janne Ruth. Trabalhar com ela, aprender com Janne diariamente, é muito gratificante. O BCAD, de uma certa forma, mudou minha vida. Se hoje o Alex Silva bailarino existe é por conta do BCAD. Sou extremamente grato pela instituição. Se não fosse o BCAD acredito que nada disso aconteceria”, disse.
A Companhia de Dança do BCAD também já foi premiada em vários estados do Brasil e outros países por seus diversos espetáculos. É uma ONG que merece a atenção e o apoio de todos, veículos de comunicação, políticos, governos, sociedade, para continuar e ampliar esse belo trabalho.

A segunda parte do projeto “A Comunicação aliada a Arte como Instrumento de Inclusão Social”, do BCAD, deu início às atividades da ONG esse ano, e oferece cursos gratuitos de inclusão digital, teatro, dança contemporânea, balé clássico e karatê. O projeto é apoiado pelo Comdica – Conselho Municipal de Defesa da Criança e do Adolescente, com doações das empresas Marquise e M. Dias Branco, além do apoio da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, através do Edital Mecenas e a Enel Companhia de Energia.

O Grupo Marquise, uma das maiores empresas da construção civil do Ceará, está apoiando a causa da ONG Bailarinos de Cristo, Amor e Doações. Em 2018 foi captado o valor de R$ 25.000,00 através do FIA, mas só agora o convênio saiu. O motivo, além das burocracias, foi a pandemia que atrapalhou ainda mais a continuidade dos trabalhos gratuitos que o BCAD realiza.

SERVIÇO
BCAD – Bailarinos de Cristo, Amor e Doações
Sede: Rua Paraná, 3 – Bela Vista
Informações: 85 98948-4420 ( Tânia Fonseca) e 85 98890-7977 (coordenadora de projetos e diretora geral Janne Ruth)

Compartilhe nas redes

Deixar uma resposta