Premiada animação “A Cidade dos Piratas” entra em cartaz nesta sexta (23) na programação virtual do Cineteatro São Luiz

O filme “A Cidade dos Piratas”, dirigido por Otto Guerra, um dos maiores nomes da animação brasileira, e livremente inspirado na vida e na obra da cartunista Laerte Coutinho, será exibido, virtualmente, pelo Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), nesta sexta-feira (23), às 19h, através do YouTube. A obra que recebeu menção honrosa no Festival de Cinema de Gramado em 2018 ficará disponível gratuitamente por 48 horas e encerra a Mostra Especial Otto Desenhos Animados, que durante o mês de julho colocou outras quatro animações em cartaz.

“A Cidade dos Piratas” passou por vários roteiros até chegar à sua versão final, quase 20 anos depois. Traz no elenco nomes como Matheus Nachtergaele, Marco Ricca, Marília Gabriela, Antônio Abujamra, além de Laerte e o próprio diretor, Otto. Esses dois últimos, figuras que têm suas histórias emaranhadas na narrativa do filme. De um lado, os personagens de uma série de quadrinhos, Piratas do Tietê, dos anos 1980 criados por Laerte, do outro, a afirmação da transgeneridade da cartunista e também – e porque não – o próprio diretor gaúcho.

Otto passou por problemas de saúde à época da produção e chegou a achar que esta seria sua última obra, não por acaso a classifica como a mais polêmica e libertadora. Com 80 minutos de duração e classificação indicativa de 16 anos, a animação “A Cidade dos Piratas” traz reflexões sobre arte, cultura e contemporaneidade. Um filme atual para ver e rever.

Serviço

19h [Mostra Especial | Otto Desenhos Animados] A Cidade dos Piratas

➜ Onde: no site https://www.cineteatrosaoluiz.com.br/ e canal no YouTube do Cineteatro http://youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza

Direção: Otto Guerra | Animação | Porto Alegre, RS | 2018 | 1h20 | Classificação Indicativa: 16 anos

Sinopse: Um diretor de cinema se vê diante de uma situação complexa no meio da produção de seu longa: o autor da história passa a negar os Piratas do Tietê, personagens principais da trama já quase pronta. Em uma tentativa desesperada de salvar sua produtora e terminar o filme, ele decide contar seu drama, criando um labirinto caótico entre a ficção e a vida real.

Imagem padrão
NCTDS
Artigos: 474

Deixar uma resposta