“Primeira Versão” do Cineteatro São Luiz traz leitura dramática do texto de Clarisse Ilgenfritz que mistura delírio e vaidade

 “O Cão da Vaidade” tem interpretação de Ícaro Eloi.

Na segunda edição da faixa de programação “Primeira Versão”, os espectadores poderão acompanhar a interpretação do ator Ícaro Eloi, numa leitura dramática do texto “O Cão da Vaidade”, da dramaturga, roteirista e escritora Clarisse Ilgenfritz. A apresentação acontece neste domingo (20), às 18h, e pode ser assistida através do site e canal do YouTube do Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult). Após a leitura dramática, inicia-se um bate-papo ao vivo com a autora e o intérprete sobre o texto interpretado e o processo de montagem da leitura dramática. A mediação é do ator, produtor e dramaturgo Haroldo Aragão.

De acordo com a autora, o texto nasceu no formato de conto para participar da coletânea Limiar, que tem como tema o delírio. Clarisse explica a razão de seu texto: “Escolhi o grande delírio coletivo que vivemos no Brasil, que cresceu sobre o tripé BBB (bíblia, boi e bala). Pincei o B da bíblia de alguns pastores evangélicos neopentecostais que, a meu ver, debocham da fé do povo e o exploram desavergonhadamente. Assim, o personagem é um grande cínico, um vaidoso inútil que se torna rico e famoso dentro deste universo de hipocrisia. De exorcista a possesso, ele acabou se transformando no próprio demônio – e o pior é que gostou daquilo que viu”, descreve Ilgenfritz. A autora esclarece ainda que a adaptação de peça literária para monólogo teatral foi simples, pois seguiu sendo uma história narrada pelo próprio personagem. 

A faixa de programação “Primeira Versão” dá espaço a leitura dramática e busca ser um espaço de encontro e provocações entre artistas, um verdadeiro palco virtual onde dramaturgos e atores se encontram. 

Aquela que escreve

Gaúcha de Porto Alegre, Clarisse Ilgenfritz vive desde 1991 em Fortaleza. Da engenharia química passou direto para a publicidade, trabalhando como redatora e diretora de criação por quase 30 anos. Em 2012 lançou pela editora Armazém da Cultura o livro infantil “O Boi da Cara de Todas as Cores”, adotado em várias escolas. Suas peças “Cromo Somos” e “Retalho, Rebotalho” foram encenadas em Porto Alegre, Belo Horizonte, Fortaleza e Brasília. Ilgenfritz também possui contos e poemas publicados em diversas revistas e coletâneas. Participa do coletivo Peripécias, de dramaturgos, e do coletivo Delirantes, de escritores.

Aquele que interpreta

Com carreira artística iniciada em 2017, Ícaro Eloi além de atuar, também assina a dramaturgia de sua primeira peça, “Além Aquém Daqui”, no mesmo ano. O espetáculo circulou pela cidade de Fortaleza em diversos palcos, inclusive no Cineteatro São Luiz, em fevereiro de 2020. Desde 2017, Ícaro participa de curtas e longas-metragens no cinema, filmes publicitários e trabalhos voltados para a produção cultural, como a fotonovela “A Pirocaia”, escrita e dirigida por ele, que também atuou na produção.

Conversa de bastidor

Ator, produtor e dramaturgo, Haroldo Aragão realiza a mediação da conversa entre Clarisse e Igor sobre os bastidores da leitura dramática. Haroldo tem formação em Arte Dramática pelo Curso Básico de Teatro (CAD – Curso de Arte Dramática da Pró-Reitoria de Extensão da UFC) e em Dramaturgia pelo Curso de Formação em Dramaturgia (Instituto Dragão do Mar). Participou também de Seminário Internacional “Novos Paradigmas Narrativos: Dramaturgia e Interatividade” (Secretaria de Cultura do Estado do Ceará), Oficina de Produção e Direção em Cinema e Vídeo (ministrada por Karim Aïnouz), Curso Básico de Cinema e Vídeo (Casa Amarela Eusélio Oliveira), Curso de Teoria e História do Teatro no Mundo (ministrado por Ricardo Guilherme e Marcelo Costa) e Oficina de Iluminação (ministrada por Gil Camargo, Campina Grande/PB). 

SERVIÇO 

Dia 20/06 (domingo) às 18h

[Primeira versão] – “O Cão da Vaidade”, texto de Clarisse Ilgenfritz e interpretação de Ícaro Eloi

[Live após a apresentação ] – bate-papo ao vivo com mediação de Haroldo AragãoOnde: no site www.cineteatrosaoluiz.com.br e no canal de YouTube do Cineteatro https:/https://www.youtube.com/c/CineteatroSãoLuizFortaleza

Deixar uma resposta