2ª EDIÇÃO DAS  PRETAS EM RODA EXIBE FILMES REALIZADOS POR MULHERES NEGRAS E INDÍGENAS DO CEARÁ

Compartilhe nas redes

Criado em 2021 pela produtora Camila Santino, focando a música, este ano, o projeto Pretas em Roda, em sua segunda edição,  lança luz sobre o audiovisual.  Com uma programação voltada para a 10ª Edição do Julho das Pretas – Mulheres no Poder: construindo um bem viver, o  evento terá três sessões  de filmes realizados por mulheres pretas e indígenas cearenses e duas sessões de longas brasileiros, com rodas de conversa ao final, que serão mediadas por  Fernanda Luá,  jornalista, produtora cultural e realizadora audiovisual. Ao todo, são 15 curtas metragens cearenses e dois longas-metragens nacionais. As exibições acontecerão nos sábados de julho – dias 02, 09, 16,  23 e 30,  sempre às 15h, em formato híbrido: presencial na Casa é Sua Café e Coworking e  online via Zoom e no Instagram @acasaesua.ce. O acesso é gratuito. A programação completa no  @pretas_periféricas.

As sessões estão divididas em: Homenagem à Adélia Sampaio (02/07), primeira mulher negra a dirigir um filme de longa-metragem no Brasil. Amor Maldito, até pouco tempo, era o único longa de uma negra exibido em circuitos comerciais; Ancestralidades ou Porque somos o que somos (09/07), Temporalidades ou Poéticas de um tempo espiralar (16/07),  Resistências ou Se não nós, quem? (23/07) e Homenagem às Mulheres Pretas na Política (30/07). 

Criado em 2013 pelo Odara – Instituto da Mulher Negra, o Julho das Pretas celebra o 25 de Julho – Dia Internacional da Mulher Negra Afro Latina Americana e Caribenha. É uma ação de incidência política e agenda conjunta e propositiva com organizações e movimento de mulheres negras do Brasil, voltada para o fortalecimento da ação política coletiva e autônoma das mulheres negras nas diversas esferas da sociedade brasileira. 

“O Pretas em Roda foi pensado como um ciclo, ou melhor, uma espiral quilombista. Somos as mesmas mas diferentes. Nos juntamos para construir um espaço seguro e dividir o que nos toma. Nos juntamos, também, para compartilhar nossas múltiplas visões de mundo e de ser, e partilhar nossos desafios e soluções. Somos muitas e somos fortes mas ainda há muito para percorrer”, define Camila Santino.

Realizado de forma independente, quem quiser contribuir pode fazer pelo pix 15.090.835/0001-57 ou transferência bancária: Nubank – 0260, Agência 0001, Conta 3462239-2.

Serviço

2º Pretas em Roda

Presencial – A Casa é Sua Café e Coworking

Vila Bachá, 07 – Meireles

Online: instagram @acasaesua.ce e via Zoom.

Todos os sábados de Julho, a partir de 15h. 

Contribuição voluntária com o evento: pix 15.090.835/0001-57 ou transferência bancária: Nubank – 0260, Agência 0001, Conta 3462239-2.

Apoio: A Casa é Sua Café e Coworking, Coletivo Transpassando, Cine Transpassando, Site Papo Cult, Feijão de Corda Cultural

Realização: Coletivo Pretas Periféricas

Informações: (85) 9777 4787 (WhatsApp) e @pretas_perifericas

Acesso gratuito

Compartilhe nas redes

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.