ERA 16

Compartilhe nas redes

Quem conhece a música “Dezesseis” do Legião Urbana, já deve ter se perguntado: “Johnny era um cara legal, era fera demais, por que João Roberto vacilou assim?”

No contexto musical, podemos aferir que em certo momento de sua vida Johnny teve uma decepção amorosa, “um coração partido” 💔, o que o fez deprimido e, num racha, perdeu o controle do carro e morreu.
Mas, analisando mais de perto, notamos que Johnny era experiente em corridas desta natureza, “era o rei dos pegas”, por isso não ia “vacilar assim” na curva do Diabo.
Johnny tirou a própria vida e quase ninguém havia percebido sua mudança comportamental antes do fatídico acontecimento.
Para completar o desfecho da música, descobrimos que Johnny “só tinha 16”.

E, o que seria esse “16”?
Eu penso em 2 hipóteses:
1ª) Johnny era menor de idade e não poderia estar pilotando um veículo; não tinha CNH, pois aqui no Brasil, o Código de Trânsito permite que a carteira de motorista seja concedida após completos 18 anos de idade.
Este fato foi ignorado por seus pais que, além de não impedir que o filho guiasse um veículo, também não notaram suas mudanças comportamentais. Os pais de Johnny eram cientes de que o jovem dirigia um veículo, já que ele “tinha um opala metálico azul”.
2º) Na antiga Lei de Tóxicos, justamente o art. 16 referia-se a adquirir, guardar ou trazer consigo, para uso próprio, substância entorpecente. Essa lei, já revogada, era vigente à época desta música.

“Ele só tinha dezesseis, que isso sirva de aviso pra vocês”

Compartilhe nas redes
Imagem padrão
Bruna Mazzer

Advogada, graduada em Direito pela Faculdade de Direito de Sorocaba/SP (2003). Pós-graduada em Direito de Família, Registros Públicos e Sucessões pela UECE (2011). Advogada inscrita desde 2005 na OAB/CE, atuante na área do Direito Privado, especialmente em matérias relacionadas ao direito de família e sucessões, bem como na advocacia extrajudicial não contenciosa em Proteção de Dados. Participou da 6ª Capacitação em Mediação Familiar Sistêmica, pela Escola Superior de Advocacia Orlando Gomes - BA. É Membro da Comissão de Direito de Família da OAB/CE, Comissão de Direito Sistêmico da OAB/CE e Comissão de Direito da Tecnologia da Informação da OAB/CE. Pós-graduanda em Lei Geral de Proteção de Dados e Governança Digital pela Universidade de Fortaleza - Unifor.
E-mail: brunamazzer.adv@gmail.com
Instagram: @brunamazzer.adv
Whatsapp: (85) 98194-0525

Artigos: 17

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.