O Desafio do SIM!

Compartilhe nas redes

E foi com um lindo pedido de casamento, que testemunhei a felicidade de um querido casal de amigos preparando-se para a vida conjugal.
O matrimônio, por vezes ridicularizado por aqueles que se julgam pós-modernos e pregam a liberdade individual e a fluidez dos relacionamentos, se fortalece na disposição de cada um dos cônjuges, para um bem comum.
Os estudiosos da sociologia classificam o presente em pós-moderno, que, em breves palavras, pode ser compreendido como uma época em que predomina o instantâneo e o descartável – desde copos até maridos e esposas.
E, embora a tal pós-modernidade favoreça o relativismo do pensar, pautando que cada um possa agir como lhe convenha, a aparente “liberdade” em criar as próprias regras a respeito do amor e flexibilizar as relações conforme lhe couber dentro das suas 24 horas, torna a ação de conviver um ato vazio, pois se tudo é possível, o nada (vazio) desponta com maior frequência.
Contudo, na contramão da liquidez do amor, há a solidez que se espera de um relacionamento. O Código Civil, em seu art. 1566, arrola os deveres de ambos os cônjuges na constância do casamento: fidelidade recíproca; vida em comum, no domicílio conjugal; mútua assistência; sustento, guarda e educação dos filhos; respeito e consideração mútuos. E o próprio diploma legal, acertadamente, dispõe que não há hierarquia entre os cônjuges, pois “a direção da sociedade conjugal será exercida, em colaboração, pelo marido e pela mulher, sempre no interesse do casal e dos filhos”.
O casamento é berço de integração, é a construção diária da conjugalidade.
E o grande desafio surge a partir do SIM! Os indivíduos não precisam anular sua personalidade e autenticidade, porém, ao decidirem por este SIM, devem ter a noção de que passarão a percorrer o caminho em companhia um do outro.

Compartilhe nas redes
Imagem padrão
Bruna Mazzer

Advogada, graduada em Direito pela Faculdade de Direito de Sorocaba/SP (2003). Pós-graduada em Direito de Família, Registros Públicos e Sucessões pela UECE (2011). Advogada inscrita desde 2005 na OAB/CE, atuante na área do Direito Privado, especialmente em matérias relacionadas ao direito de família e sucessões, bem como na advocacia extrajudicial não contenciosa em Proteção de Dados. Participou da 6ª Capacitação em Mediação Familiar Sistêmica, pela Escola Superior de Advocacia Orlando Gomes - BA. É Membro da Comissão de Direito de Família da OAB/CE, Comissão de Direito Sistêmico da OAB/CE e Comissão de Direito da Tecnologia da Informação da OAB/CE. Pós-graduanda em Lei Geral de Proteção de Dados e Governança Digital pela Universidade de Fortaleza - Unifor.
E-mail: brunamazzer.adv@gmail.com
Instagram: @brunamazzer.adv
Whatsapp: (85) 98194-0525

Artigos: 23

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.