Colaboradora do Instituto Compartilha é convocada para Seleção Brasileira de Vôlei Sentado

Compartilhe nas redes

Na tentativa de incentivar, apoiar e inserir paratletas no mercado de trabalho, o Instituto Compartilha em parceria com a ADESUL (instituição que promove inclusão desportiva e social do deficiente) desenvolve o projeto “Atleta Trabalhador”.

E através deste projeto que a colaboradora e paratleta do Instituto Compartilha, Luciana Lima, foi convocada para a Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes (CBVD), onde já se encontra no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro (CTPB), em São Paulo (SP), para participar da 1ª semana de Treinamento da Seleção de Jovens e de Base Feminina de Voleibol Sentado que ocorre de 13 a 20 de fevereiro.

Segundo a paratleta, essa não é a primeira convocação para a seleção principal, ano passado ela participou do treinamento preparatório para as Paralimpíadas de Tóquio, chegando a ser convocada para ir à competição, mas não conseguiu participar porque estava com Covid-19 no período do embarque. A jovem vem se preparando com foco no Mundial na China, em maio, e nas Paralimpíadas de Paris 2024.

Colaboradora do Instituto Compartilha é convocada para Seleção Brasileira de Vôlei Sentado (Imagem: Reprodução)

Ao todo, 10 paratletas trabalham no Instituto, onde recebem todo apoio e suporte da instituição para disputarem competições locais, regionais, nacionais e internacionais, além de suporte financeiro quando precisam competir fora. Na instituição, os paratletas cumprem carga horária profissional reduzida de 6h, já as 2 horas restantes são dedicadas aos treinos, para que possam conciliar o trabalho com a rotina de treinos e competições.

Compartilhe nas redes

Deixar uma resposta