4 passos que vão te ajudar a contar a história da sua marca

Compartilhe nas redes

Você já parou para analisar como sua comunicação conta a história da sua marca? Sim, toda empresa tem uma história, e mesmo que não haja um registro oficial sobre ela em texto, livro, publicação, site, documento etc, ela é contada todo santo dia quando alguém vê cada publicação, story e até em como você entrega seu produto. Cada ato seu, diz sobre sua empresa, conta um pouco sobre o que ela acredita ou não, e até sobre o que é ou não prioridade para ela.

Então, já que é inevitável que essa história será contada para seu cliente, quero deixar nesse texto algumas dicas de como você pode fazer isso da melhor forma possível. E quando você realizar alguns desses passos, entenderá até como melhorar seus textos, suas imagens e até sua produção e entrega.

Passo 1: Pesquise.
Para contar algo, você precisa conhecer bem esse algo. Não é verdade? Mesmo que você seja fundador da sua marca, não é cada conquista que fica na memória. Depois de tanta rotina, afazeres diários, muitas histórias se perdem. E o primeiro passo é reunir essas informações novamente. Tudo ajuda, recortes de empresas e pessoas que te inspiraram, o que você fez com seu primeiro lucro, primeiros clientes, etc. Aconselho colocar todas essas memórias em um diário, pode ser digital, tá? Mas reviver tudo isso reacenderá em você o propósito que te fez seguir em frente com seu projeto. Então, mãos a obra, pesquise sua história e reúna em um só lugar onde você possa revisitá-la sempre que quiser.

Passo 2: Organize.
Agora que você tem todas as suas memórias bem registradas, hora de organizá-las. Coloque-as em ordem cronológica e em seguida categorize as que estão alinhas com o objetivo atual, as que foram “testes que não deram certo”. Deixe tudo organizado, é o momento de entender onde a sua marca está hoje dentro dos planos iniciais.

Passo 3: Escreva.
O melhor exercício para entender se você absorveu todas as informações da etapa anterior é escrevendo. Em um texto conciso tente transmitir o entusiasmo da ideia inicial, das motivações que levaram sua marca a existir e os pilares que a mantém de pé. Um conselho extra, peça para alguém ler o texto, pergunte o que a pessoa sente ao lê-lo.

Passo 4: Storytelling.
Hora de contar sobre sua marca para o mundo. E como você vai fazer isso? Olhe para seu texto, tire dele o que você consegue transmitir para as pessoas. Um bom exemplo disso é o “Quem Somos”do teu site, será que esse texto já não é ele? O que nas motivações que você observou pode ser trazido para seu slogan? Será que aquela empreendedora dos bolos que revisitou a memória e lembrou que começou a fazer bolos com a vó não poderia usar termos como “receitas boas como amor de vó”, “bolo com gostinho de carinho de vó”? Ou melhor ainda, aquele e-mail marketing que não sai nunca dos seus planos não poderia refletir nas dores do que você observou do seu cliente lá no texto que você criou. Ou seja, aquelas pessoas que precisam de um personal e não tem tempo não se cativaram ao ouvir uma história sobre um personagem x que contratou suas aulas on-line e agora consegue conciliar exercícios e vida mais ativa?

Viu só? Muitas respostas estão na história de uma marca e involuntariamente você conta ela a cada ação para seus clientes. É só uma questão de decidir como contar. E ah, se você está pensando que esses passos são perda de tempo, preciso só encerrar essa publicação para te falar que não existe perda de tempo em revisitar nossas histórias, elas nos guiam para onde queremos ir e nos mostra o caminho que já percorremos, e o público confia mais em pessoas que em marcas, por isso humanize seu negócio, te garanto que é o melhor passo a ser dado.

Siga: @nocuteagency

Compartilhe nas redes
Imagem padrão
No Cute Agency

Criado pelo comunicólogo Nauan Sousa, o perfil No Cute Agency nasceu durante o período de quarentena com objetivo de democratizar informações de marketing digital para social medias, pequenos e médios empreendedores. Conforme as publicações no Instagram do projeto foram engajando, apareceram clientes, alunos e pessoas que de fato transformaram a iniciativa em uma agência remota.
Priorizando entrega de qualidade e com criatividade sem perder o viés de entrega de conteúdo, a No Cute continua evoluindo junto com seus clientes, alunos, colaboradores e todos que de alguma forma apoiam essa jornada e vêem a comunicação como base essencial para vida.

Artigos: 7

Deixar uma resposta