Cantor e compositor Paulo Fraval lança “Jeri”, single e videoclipe de uma metáfora sobre o paraíso interior de cada um de nós

Compartilhe nas redes

Dia 10 de dezembro chega em todas as plataformas digitais “Jeri”, de autoria do cearense Paulo Fraval, artista multifacetado com forte identidade queer punk. A canção traz a mensagem do poder que o amor tem de nos teletransportar para realidades paralelas, memórias afetivas e qualquer lugar onde o coração deseja estar. Fala sobre encontrar a cura mergulhando em seu próprio caos, abraçando suas vulnerabilidades e imperfeições.

Por isso, o single toma emprestado o nome da praia mais conhecida do Ceará e famosa pela expressão “paraíso”, pois o título metaforiza o lugar dos sonhos de cada pessoa. Jeri também é uma homenagem à origem do artista, onde tudo começou e que busca positivar uma região quebrando estereótipos de uma paisagem árida e sofrida. A música é a primeira faixa do álbum “O poder que a bixa tem!” previsto para lançamento em meados de Junho. Sua produção foi quase completamente virtual pois se trata de um trabalho pandêmico que demorou cerca de um ano para estar pronta e com todos da equipe trabalhando de maneira remota.

Para o clipe, o elenco precisou ser reduzido para garantir a segurança de toda a equipe, e apesar do difícil período, o vídeo celebra a liberdade de amar, de experimentar, de existir, exaltando a diversidade e as belezas de corpos plurais. O abraço é o símbolo maior dessa produção. Uma das estrelas é a travesti, preta e ativista dos Direitos Humanos Dediane Souza que surge como uma divindade representando o acolhimento à todas aquelas pessoas que são de alguma forma excluídas, violentadas e criminalizadas na sociedade, a exemplo da população LGBTQIA+. Os figurinos híbridos conectam-se propositalmente com elementos da natureza, fortalecendo o pensamento de que somos parte de um mesmo ciclo. “Jeri” brinda o valor de um abraço em tempos pandêmicos, a poesia do toque na pele e o acolhimento. O alívio de saber que dentro de cada um de nós existe um paraíso lúdico e único, onde tudo é possível. O Estúdio Voa (CE) assina a co-direção e produção do videoclipe com destaque para o trabalho de Camila Almeida.

Vivendo atualmente em Londres, na Inglaterra, Fraval será lançado pelo selo da gravadora inglesa 123 Records, conhecida por investir e apostar em artistas queer da cena underground. No total, serão 10 músicas que seguem em ritmo de produção nos estúdios até seu lançamento em 2022. A expectativa é de que, conforme a pandemia da Covid-19 esteja mais controlada, “O poder que a bixa tem!” possa sair em turnê no próximo verão europeu.

Conheça Paulo Fraval
Natural do bairro Parque Jerusalém, periferia de Fortaleza, Fraval iniciou sua carreira aos 15 anos como percussionista e mudou-se para Salvador no ano de 2002 onde estudou música e começou também a cantar. Foi lá que surgiu e conquistou sucesso a banda “Solange, Tô Aberta!”, um duo que unia as batidas do funk com a postura do punk. Uma característica que Paulo não abre mão em seus trabalhos é o conteúdo político. Seu gênero é o Queer Punk, e assim também são seus projetos audiovisuais e/ou suas próprias letras.

Em 2008 seguiu para o Rio de Janeiro, e se dividiu também entre São Paulo e ainda Salvador, emigrando definitivamente para Europa em 2010, vivendo na Alemanha, Inglaterra, Bélgica e Holanda.

Entre 2010 e 2016, realizou cinco turnês internacionais e apresentações artísticas em 19 estados brasileiros, participando de importantes espaço e eventos culturais como, Itaú Cultural (SP), Festival Panorama de Dança (RJ), Plaza de Catalunya (Barcelona/ES), Copenhagen Queer Festival (Dinamarca) e Transgenialer CSD (Berlim/ALE).

Em 2017 Paulo faz um breve retorno à Fortaleza e cria o projeto Pistoleira, banda pautada em dar novas roupagens a clássicos da música popular nordestina. Nesse projeto, a base eletrônica tem grande presença do bregafunk, forró, boleros e ritmos genuínos do nordeste brasileiro. O foco da Pistoleira era a periferia urbana, ou seja, descentralizar apresentações artísticas de lugares mais elitizados e levar o acesso à música para bairros como Conjunto Ceará, Bom Jardim, dentre outros, principalmente em parceria com movimentos sociais periféricos.

O artista organiza e promove a campanha “Baile da Pistoleira”, um evento anual que leva música, arte, doações e atividades sócio-recreativas para o Lar Três irmãs, no bairro Montese, em Fortaleza. O abrigo acolhe idosos em situação de rua e vulnerabilidade e, após a pandemia, as edições voltam a acontecer. Também é idealizador do “Bloco da Pistoleira”, projeto que contribuiu para a revitalização do carnaval de rua do bairro Benfica, na cidade de Fortaleza. Atualmente desenvolve o álbum “O Poder Que a Bixa Tem”, seu primeiro álbum solo em parceria com artistas do Ceará, Bahia, Pernambuco, Pará e Inglaterra.

SERVIÇO:
Lançamento “JERI”
Dia 10/12 (sexta)
Em todas as plataformas digitais
Videoclipe: Youtube/PauloFraval
Redes sociais:
Instagram: @paulofraval

Compartilhe nas redes

Deixar uma resposta