Pingo de Fortaleza lança clipe em homenagem às pessoas vitimadas pelo Covid-19 nos 2 anos de Pandemia 

Compartilhe nas redes

O multiartista Pingo de Fortaleza lança nesta sexta, 11 de março, em seu canal do YouTube o clipe da música “Aos Encantados – Ser Boreal” composta em homenagem às pessoas que fizeram suas passagens durante a pandemia do Covid-19.   No mesmo dia, às 20h,  Pingo de Fortaleza fará uma live também em seu canal do YouTube explicando o processo criativo da canção e do clipe.

“Aos Encantados – Ser Boreal” versa sobre  a vida e a morte, a permanência e a impermanência, o fim e a eternidade e a convivência amorosa entre os seres humanos em analogia com as visões sobre a Aurora Boreal.

O  clipe é  ilustrado por 10 desenhos/pinturas de artistas cearenses (Faso, Ivo Sousa, Lincon Vasconcelos, Descartes Gadelha, Júlio Marciel, Sirlanney, Vlamir de Sousa, Edmar Gonçalves, Airton Montezuma e Zezé Sales) que abordam as diversas temáticas presentes na canção Aos Encantados – Ser Boreal.

O clipe teve a direção de Pingo de Fortaleza e José Caique, que também assina também o roteiro, a edição e a animação das imagens.

A pandemia da Covid-19, declarada pela Organização Mundial da Saúde, no dia 11/03/2020, até o início  de fevereiro de 2022, teve  confirmados

 384 410 210 casos de Covid-19 em 192 países e territórios, ocasionando a morte de 5.699.331 pessoas. No Ceará faleceram mais de 25 mil pessoas.

” Nesse tempo em que a arte e, especialmente, a música foram  instrumentos essenciais para a sobrevivência da humanidade, essa iniciativa artística é uma homenagem a todos os seres humanos vitimados por essa Pandemia, especificamente em memória  aos mais de 25 mil que faleceram no estado do Ceará”,  afirma Pingo de Fortaleza.

A faixa “Aos Encantados – Ser Boreal” faz parte do repertório do álbum Além do Tempo Normal, composto, gravado e lançado por Pingo de Fortaleza nesses dois anos de pandemia.

O projeto do clipe foi  fomentado com recursos  da Lei Aldir Blanc por meio da Secultfot (Secretaria de Cultura de Fortaleza).

Compartilhe nas redes

Deixar uma resposta