Governador visita obras do Hospital Universitário do Ceará

Com investimento de R$ 274,7 milhões para construção, complexo hospitalar está com 18,5% de obra executada
 

O governador Camilo Santana vistoriou, na manhã desta segunda-feira (30), as obras do Hospital Universitário do Ceará, no bairro Itaperi, em Fortaleza. Com transmissão ao vivo pelas redes sociais, a visita contou com a presença do secretário da Saúde do Ceará, Marcos Gadelha, e do superintendente de Obras Públicas, Quintino Vieira.

“Será o primeiro Hospital Universitário Estadual do Ceará. Será um hospital com 654 leitos, o maior hospital do Estado e um dos maiores do Norte e Nordeste brasileiro”, declarou Camilo Santana.

Com investimento total de R$ 274,7 milhões, o complexo hospitalar está sendo construído em uma área de 79,5 mil m² dentro da Universidade Estadual do Ceará. O empreendimento faz parte das ações planejadas na Plataforma de Modernização da Saúde, capitaneada pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa).

Ao todo, serão 654 leitos de internação distribuídos em três torres (clínica, cirúrgica e materno-infantil), sendo 184 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Iniciada em janeiro deste ano, a obra está com 18,5% de execução.

Do quarto piso da primeira torre, o governador apresentou o trabalho que está sendo desenvolvido em toda área da obra. “Nós temos três fábricas, uma no canteiro da obra e duas fora, produzindo pilares, vigas e lajes para poder fazer a montagem do Hospital”, afirmou.

O Hospital Universitário do Ceará reunirá todas as especialidades médicas, aliando a ampliação do atendimento em saúde à formação acadêmica de qualidade aos estudantes da Uece. O equipamento oferecerá serviços entre consultórios médicos e odontológicos; diagnóstico por imagem; ambulatórios e laboratórios; enfermarias pediátricas e adultas.

Para o titular da Sesa, o empreendimento alia atendimento à população, produção de conhecimento e geração de emprego. “Não é à toa que esse hospital tem localização estratégica ao lado da Universidade. Porque isso vai gerar conhecimento, formação de profissionais de saúde, gerar pesquisa e emprego. Ou seja, a Saúde como fomentadora de produção e abertura de oportunidades de emprego para profissionais de saúde”, afirmou Marcos Gadelha, destacando que mais de seis mil profissionais devem atuar na unidade de saúde.

A nova unidade prestará serviços de assistência terciária, com atendimento a casos de alta complexidade, além de dar suporte a outros hospitais da Região Metropolitana de Fortaleza e aos hospitais regionais do Ceará.

Na oportunidade, Camilo Santana apresentou também as obras do Parque Dom Aloísio Lorscheider, também localizado no bairro Itaperi, em Fortaleza. Com 30 mil m², o novo parque está sendo implantado na área do antigo Instituto Penal Professor Olavo Oliveira I (IPPOO I).

Larissa Falcão – Ascom Casa Civil – Texto
Carlos Gibaja – Fotos

Imagem padrão
NCTDS
Artigos: 474

Deixar uma resposta