Instituto Compartilha apoia jovens paratletas a competirem nas Paralimpíadas Universitárias 2021

“Para garantir a participação dos paratletas na competição, o Instituto vai dá uma ajuda de custos a cada jovem”.

Os jovens paratletas e colaboradores que atuam no Instituto Compartilha – SAMEAC, participam de 16 a 19 de setembro, das Paralimpíadas Universitárias 2021, na cidade de São Paulo (SP), a competição reúne paratletas de universidades de todo o Brasil. O Instituto está oferecendo aos seus profissionais paratletas apoio financeiro e social para que os jovens possam participar da competição.

O apoio aos atletas, vem da parceria institucional entre o Instituto Compartilha e a ADESUL,instituição que promove a inclusão desportiva e social do deficiente, através do projeto “Atleta Trabalhador” de incentivo, apoio e inserção de atletas com deficiência ao mercado de trabalho, desenvolvido pelo Instituto Compartilha. Ao todo, 05 paratletas vão participar da competição universitária em diversas modalidades como atletismo, natação e parabadminton, trabalham no Instituto. São eles: Shirlei Kátia Moraes e Nayane Karla Cavalcante Leitão – Atletismo, Gabriel Araújo e Ana Raquel Vieira – Natação, e João Neto – Parabadminton.

Para garantir a participação dos profissionais paratletas na competição, o Instituto Compartilha, viabilizou junto à Secretaria de Juventude do Município algumas passagens para que todos os jovens pudessem viajar, além disso, vai dá a cada jovem uma ajuda de custos para as despesas da viagem.

“É muito bom ter instituições e empresas que apoiam e incentivam o profissional e atleta, é gratificante saber que o local que você trabalha confia no seu potencial profissional e esportivo. Poder trabalhar sem perder os treinos, estar num local que permite, facilita e incentiva, também, sua carreira como atleta é muito gratificante”, afirma Ana Raquel Vieira, Auxiliar Administrativo no Instituto Compartilha e Paratleta.

Na instituição, os paratletas cumprem carga horária profissional reduzida de 6h, para que as 2 horas restantes possam estar em treinamento, e com isso possam exercer suas funções profissionais, sem atrapalhar os treinos. 

“É muito importante o apoio que o Instituto está dando para nós, atletas, não só o incentivo financeiro, mas também de inclusão no mercado de trabalho e estudos. Esse projeto pode servir de exemplo para outras empresas e instituições recrutarem PCD’s e jovens atletas”, ressalta Shirlei Kátia Moraes, Auxiliar Administrativo no Instituto Compartilha e Paratleta.

O apoio fornecido pelo Instituto Compartilha vai além do profissional e esportivo, abrange também o educativo, pois a instituição financia os estudos universitários dos jovens que não têm condição de pagar a faculdade.

Para a presidente do Instituto Compartilha, Heleni Rocha, o projeto de inserção de Pessoas com Deficiência (PCD’s) ao mercado de trabalho precisar acontecer de forma integral, aliando a área profissional e cidadania para que as pessoas se sintam valorizadas. “A parceria com a ADESUL é uma forma de ajudar a instituição com apoio aos paratletas tanto na inserção ao mercado de trabalho como no esporte, dando oportunidade de trabalho e suporte para eles poderem seguir com os treinos”, afirma Heleni Rocha.

Sobre o Instituto Compartilha SAMEAC

O Instituto Compartilha – Sameac, com sede em Fortaleza, é uma instituição sem fins lucrativos, cuja missão é desenvolver soluções em saúde pública e ações para o fortalecimento das organizações da Sociedade Civil (OSC). Desde 1955, presta serviços exclusivos em saúde pública no Brasil. Ao longo de mais de 60 anos, realizou a gestão do Hospital Universitário Walter Cantídio e da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (MEAC). Hoje, o Instituto atua em parceria com prefeituras, empresas e outras instituições na área de saúde e Terceiro Setor.

Imagem padrão
NCTDS
Artigos: 474

Deixar uma resposta