Nova edição da Revista Impressões discute os impactos da pandemia de Covid-19 no Ceará

Homenagem ao professor e pesquisador Gilmar de Carvalho, os bastidores da vacina cearense e os obstáculos na imunização dos povos indígenas no Ceará são alguns dos destaques desta edição da Revista Impressões, que estará disponível para leitura gratuita a partir de quarta-feira (01/09/2021) 
 A Revista Impressões é uma atividade de formação da disciplina de Jornal Laboratório, orientada pela professora Isabel Andrade, do Curso de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC). Com periodicidade semestral, a publicação é elaborada pelos estudantes que estão nos últimos semestres da graduação.”Um jornalismo experimental, com uma linguagem jovem e de combate à desinformação. Esses foram os conceitos escolhidos pelos alunos para nortear esta edição da Impressões, que aliás, por causa da Pandemia sofreu modificações em seu formato. Normalmente, os alunos preparam um jornal com três edições. Por causa das aulas remotas, optamos por realizar uma edição, mas que fosse densa e consistente. Daí a mudança para o formato de revista”, explica a professora. 

A partir de entrevistas e reportagens, a revista apresenta um dossiê sobre a Pandemia no Ceará, informando, debatendo e documentando os efeitos da pandemia na vida dos cearenses. A publicação é formada por quatro seções: Obituário, Ceará contra Covid, É tudo Mentira e Relatos da Pandemia. 

O destaque desta edição é o obituário em homenagem ao professor, jornalista e pesquisador, Gilmar de Carvalho, vítima da Covid-19, em abril deste ano. Já a seção “Ceará contra Covid”, traz uma reportagem sobre os bastidores da produção da vacina contra Covid feita por cientistas cearenses, no laboratório da Universidade Estadual do Ceará. Direto de Guaramiranga, moradores relatam como é a vida no primeiro município 100% imunizado com a primeira dose da vacina. Na mesma seção, o médico epidemiologista e gerente da Célula de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza, Antônio Silva Lima Neto, avalia dificuldades no controle da contaminação no Ceará, agravada pelas ações do Governo Federal. Também é destaque a reportagem que narra as dificuldades de acesso à vacina enfrentadas pelos povos indígenas do Ceará. 

Como peça de combate a desinformação, a revista apresenta ainda cinco mentiras sobre a Covid-19 e sobre a vacinação e um perfil dos cearenses que estimulam o uso do kit covid, mesmo sem comprovação científica: o senador da República Eduardo Girão (Podemos-CE) e a médica e secretária do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, que ficou conhecida como Capitã Cloroquina.  A Revista Impressões Pandemia pode ser lida a partir de 1º de setembro de 2021, gratuitamente, no site do curso de Jornalismo da UFC https://www.jornalismo.ufc.br
Imagem padrão
NCTDS
Artigos: 474

Deixar uma resposta