Projeto ‘Ventos do Saber’ entrega no dia 9 de junho mais quatro novas bibliotecas em escolas públicas de Caucaia

Compartilhe nas redes

Dos quatro espaços de leitura, três são indígenas. As bibliotecas ganharam novas cores, mobília, computadores, TV, livros, brinquedos e jogos educativo-culturais.

A escola é uma das principais portas de entrada das pessoas à leitura, porém formar novos leitores tem sido difícil, pois segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 55% das escolas brasileiras não têm biblioteca ou sala de leitura. Para mudar esse cenário, o projeto Ventos do Saber, desde sua criação em 2019, revitaliza bibliotecas de escolas públicas e promove ações para desenvolver a prática de leitura como um meio de emancipação social. No dia 09 de junho o Ventos do Saber vai inaugurar quatro bibliotecas de escolas públicas de Caucaia, das quais, três são indígenas. Com essas, já são 12 bibliotecas revitalizadas, em sua maioria localizadas em distritos com médio-alto Índice de Vulnerabilidade Social. 

As quatro escolas contempladas este ano são: EEIEF Helena de Aguiar Dias, no Cumbuco; Escola Diferenciada Cacique Antonio Ferreira da Silva, no Mongubá; EDEIEF Tapeba Conrado Teixeira, na comunidade Tapeba; e Escola Indígena Direito de Aprender do povo Anacé, na Reserva indígena Taba dos Anacé. Os novos espaços de leitura serão inaugurados respectivamente, às 8h, 10h, 13h e 15h. Na ocasião, em cada escola haverá contação de história de Auritha Tabajara, escritora e poeta cearense, conhecida por ser a primeira cordelista indígena do Brasil.

INOVAÇÕES – As bibliotecas ganharam uma nova ambientação, com novas cores, móveis, computadores, TV, ar-condicionado, livros, brinquedos e jogos educativo-culturais. O objetivo é oferecer um espaço bonito, atraente e confortável para acolher a comunidade escolar e formar novos leitores.  Além da renovação dos espaços físicos e do acervo das bibliotecas, professores e alunos das escolas contempladas participam de atividades formativas. 

Após a inauguração, os estudantes participarão de oficinas de leitura e escrita e de contações de histórias, e o corpo docente recebe formação e consultoria na área de mediação de leitura e dinamização de bibliotecas escolares. Em maio de 2021, o projeto iniciou sua ação educativa com a realização de um seminário virtual para educadores de todo o Brasil com palestras sobre literatura indígena e afro-brasileira na sala de aula. 

NÚMEROS – Desde o início do projeto Ventos do Saber, em 2019, já foram doados cerca de 1.800 livros, 360 brinquedos e jogos educativos, 24 violões e 24 computadores. Foram realizadas 24 oficinas literárias, 16 contações de histórias e quatro oficinas de violão. Com isso, o projeto beneficiou cerca de 3.730 alunos e atingiu 2.397 professores.

O Ventos do Saber é patrocinado pela Aeris e Vestas, via Lei Federal de Incentivo à Cultura, e apoiado pela Secretaria de Educação de Caucaia. Conta com a parceria da BG Soluções Sociais e do Instituto Seara. É uma realização da Invento Produções Culturais, da Secretaria Especial da Cultura e do Ministério do Turismo. 

SERVIÇO

Projeto Ventos do Saber – Entrega 4 bibliotecas públicas revitalizadas em Caucaia – Dia 09 de junho (quinta-feira), às 8h, na EEIEF Helena de Aguiar Dias (Av. Central, 1603-1691 – Praia de Cumbuco, Caucaia); às 10h na Escola Diferenciada Cacique Antonio Ferreira da Silva (R. Edgard Vieira Guerra – Monguba); às 13h na EDEIEF Tapeba Conrado Teixeira (Rodovia Alfredo Miranda, 786, Tapebas); e às 15h, na Escola Indígena Direito de Aprender do povo Anacé (Rod. Garrote Caucaia Oitenta e Cinco, Caucaia). 

Imagem: Reprodução
Compartilhe nas redes

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.