“A RAINHA – Experiências extraordinárias para a primeira infância” chega a Fortaleza com temporada no Teatro Dragão do Mar 

Compartilhe nas redes

Com direção de Andrea Jabor e Flávio Souza, o espetáculo será encenado de 19 a 21 de agosto. Acesso GRATUITO. 

As linguagens da dança, do teatro e da música se encontram em “A RAINHA – Experiências extraordinárias para a primeira infância“. O espetáculo convida as crianças a adentrar o mundo onírico, mágico e efêmero das fábulas e contos maravilhosos. Com direção, concepção, criação e interpretação de Andrea Jabor, e codireção, figurinos e ambientação cênica de Flavio Souza, “A Rainha” foi selecionado no edital Petrobras Cultural para Crianças e, para realizar uma circulação por sete cidades de três regiões do Brasil, recebeu o patrocínio da Petrobras que, por meio do incentivo a diversos projetos, busca colocar em prática a crença de que a cultura é uma importante energia que transforma a sociedade. A companhia acredita que, com criatividade e inspiração, promove-se crescimento e mudanças. 

O público de Fortaleza poderá conferir o espetáculo no Teatro Dragão do Mar nos dias 20 e 21 de agosto (sábado e domingo), em dois horários, às 16h e 17h30. O acesso será gratuito. Na sexta-feira, dia 19, às 15h, acontece uma apresentação exclusiva para escolas cadastradas. 

Completa a programação a oficina “Composição e Improvisação para criação cênica e sua relação com a primeira infância“, que será conduzida por Andrea Jabor nos dias 18 e 19 no Porto Iracema das Artes, das 9h30 às 13h. Voltada para artistas, bailarinos, estudantes de artes cênicas e intérpretes criadores interessados em projetos de criação cênica com foco na primeira infância, a atividade também será gratuita, com necessidade de inscrição para seleção. Link do formulário: https://forms.gle/FsvUrfyoS6PX39i77. As vagas são limitadas. 

O Programa Petrobras Cultural apoia a cultura brasileira como força transformadora e impulsionadora deste desenvolvimento, nas áreas de artes cênicas, música, audiovisual e múltiplas expressões. A seleção dos projetos que compõem a carteira se dá preferencialmente por chamadas de projetos, periodicamente disponibilizadas no site. Outra possibilidade é a escolha direta de projetos especiais. “Queremos contribuir para resgatar a arte que está em todos os cantos. Mas queremos elevá-la mais uma vez. E levá-la para o centro das atenções, para experiências em que possam ser plenamente vividas”, diz o comunicado da Petrobras.

Andrea Jabor possui formação abrangente em dança, teatro e em música. Carioca de nascimento, a sobrinha do saudoso Arnaldo Jabor, por ser filha de diplomata, viveu em diversos países e formou-se em dança contemporânea e coreografia nos anos 90 em Amsterdam (Holanda), com especialização em dança pelo “Laban Centre”, em Londres. Tem pós-graduação em Estudos Avançados em Dança e é mestranda no PPGAC da UNIRIO. Em 1999, após 10 anos fora do Brasil, se estabeleceu no Rio de Janeiro onde fundou a Cia Arquitetura do Movimento. São mais de 12 espetáculos no repertório, com diversos prêmios e patrocínios, sendo o mais recente, o edital Petrobras Cultural para Crianças (2020).

A RAINHA

Vestida com grandes saias infláveis e flutuantes de onde as coisas surgem e somem, a Rainha se transforma o tempo todo. As crianças interagem com ela através do movimento, do toque, da escuta, da sensibilidade e do olhar. Exploram experiências sensoriais que desvendam novas possibilidades na construção do seu brincar. No palco, a Rainha bailarina divide a cena com músicas, figurinos, teatro de sombras, luzes e objetos que evocam, com graciosidade, as características de uma Rainha, fazendo uma celebração da natureza pela dança e pelo brincar, através da relação com o outro, com as flores, os cheiros, as cores a experiência tátil e sensível do mundo.

A obra oferece aos pequenos uma oportunidade para vivenciar o mundo extraordinário e sensível das artes cênicas, especialmente pensada para a primeira infância, dialogando com o universo da criança que demonstra afeto e empatia pelo mundo e pelo outro desde muito cedo.

“As Rainhas permeiam nosso imaginário desde cedo. As fábulas, os contos maravilhosos e muitas histórias infantis estão repletas de Rainhas, boas e más. A Rainha neste espetáculo para mim representa o arquétipo da grande mãe, da mãe natureza, que encanta, domina, cuida, é bela, orienta, acolhe, é forte, mas muito frágil ao mesmo tempo. A fase de 3 a 6 anos é uma idade muito marcante, um período de grandes transformações, onde as crianças conquistam uma maior autonomia em relação a todos os aspectos de sua vida. No movimento, na fala, nas ideias, nas escolhas, onde aprendem a viver em sociedade e a criar seus mundos paralelos de fantasia e possibilidade. A Rainha é como uma criança nesta idade. Acredita nas coisas com o coração, quer reinar, criar e conquistar o mundo e as coisas. Descobre que ao brincar pode inventar mundos”, diz Andrea Jabor.

“As crianças desta faixa etária são extremamente francas, emotivas, exigentes e sensíveis. Para se apresentar e dançar para esta faixa etária, e conquistar a atenção e olhar delas, é um desafio permanente para mim em cena. Tudo precisa ser muito real para se tornar fantasia e brincadeira. É também um desafio para a cena pois tenho que resolver a interação que se dá no momento da cena. Ou seja, eu como artista tenho que trabalhar com o inesperado, ser espontâneo, me preparar para o imprevisível e manter a minha escuta aberta para cada momento. Fui aprendendo aos poucos a dançar e trabalhar com este público”, conta.

Para o acesso ao espetáculo no Teatro Dragão do Mar o público precisa apresentar o passaporte vacinal e o documento de identificação com foto. Para pessoas com idade a partir de 12 anos é preciso apresentar o comprovante da 2ª dose ou dose única (a depender do imunizante). A medida é em respeito aos protocolos para enfrentamento ao coronavírus. 

FICHA TÉCNICA DO ESPETÁCULO

Concepção, Criação e Interpretação: Andrea Jabor

Direção: Andrea Jabor e Flavio Souza

Figurino e Ambientação Cênica: Flavio Souza

Desenho de Iluminação e Operação: Ton Bernardes

Trilha Sonora: Rodrigo Marçal e Andrea Jabor

Fotografia: Renato Mangolin e Fábio Caffé

SERVIÇO

“A Rainha – Experiências extraordinárias para a primeira infância” – Espetáculo com classificação LIVRE. Dia 19 de agosto (sexta-feira), às 15 horas (exclusiva para escolas). Dias 20 e 21 de agosto (sábado e domingo), às 16h e 17h30 (para o público em geral). Local: Teatro Dragão do Mar (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema, Fortaleza/CE). Duração: 45 minutos. Ingressos gratuitos (no Sympla um dia antes do espetáculo e na bilheteria física uma hora antes da sessão). O link do Sympla poderá ser acessado pela bio do Instagram https://www.instagram.com/arainha_andreajabor/ ou pelo site https://andreajabor.com/a-rainha/. Informações: (85)3488-8617 (Bilheteria do teatro).

Oficina “Composição e Improvisação para criação cênica e sua relação com a primeira infância” – Com Andrea Jabor. Dias 18 e 19 (quinta e sexta-feira), das 9h30 às 13h, no Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160 – Praia de Iracema, Fortaleza/CE). Atividade gratuita com vagas limitadas. Ficha de inscrição para seleção: https://forms.gle/FsvUrfyoS6PX39i77. Informações: (85)99690-7906.

Compartilhe nas redes

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.