Guaramiranga investe em turismo de experiência para fortalecer e qualificar atividade turística

Compartilhe nas redes

Prefeitura da cidade, através da Secretaria do Turismo em parceria com o Sebrae-CE, desenvolve circuito turístico intitulado “Linhas da Serra” para valorizar cultura local e individualidade do viajante

O turismo de experiência tem ganhado a atenção e o interesse dos viajantes, que buscam por novas vivências, conhecer de maneira única novos lugares. A ideia dessa modalidade de turismo é fugir do lugar comum, dos pontos turísticos famosos, dos roteiros prontos de viagem. O turista é instigado a conhecer melhor o cotidiano dos nativos, a cultura, a culinária própria do lugar.

De olho nessa tendência que está em alta, Guaramiranga, conhecida pelo clima frio, pela vegetação exuberante, pelas cachoeiras e pelo pôr do sol apaixonante, busca agora atrair os turistas pelas experiências de novos lugares nos distritos e saberes dos moradores. Pensando nisso, a Prefeitura do Município, através da Secretaria do Turismo em parceria com o Sebrae Ceará, está realizando um conjunto de ações com a comunidade para se reposicionar no turismo do Estado e até do País.

De acordo com o secretário do Turismo de Guaramiranga, Franzé Leal, o conceito foi definido preservando a identidade da Linha da Serra, uma rota turística ainda pouco explorada no Município, e valorizando os saberes dos moradores. “O momento é fértil para um novo rumo, para definir perfis de turistas, para resgatar um turismo de raiz. E nesta perspectiva, Guaramiranga está trabalhando o reposicionamento de seu turismo. Trabalhar a cidade para um turismo com forte apelo para experiências autêntica, que só se encontra aqui”, afirma.

Franzé Leal pontua que esse planejamento tem como frente de trabalho três pilares: turismo, desenvolvimento e trabalho, com foco no empreendedorismo. “O turista pode observar a imensidão de áreas de caatinga e um esplendoroso pôr do sol, tomar um café com tapioca feito de modo bem tradicional e ainda visitar os artesãos da comunidade, que vão ser valorizados e vão se sentir valorizados”, frisa.

Para envolver toda a comunidade, a Prefeitura de Guaramiranga vem realizando uma série de atividades visando o fortalecimento e qualificação do turismo. As atividades são divididas em eixos que vão resultar na realização de um roteiro atrativo para o turista e que empodere os moradores locais.

A consultora na área de planejamento turístico do Sebrae, parceiro da iniciativa, Danúbia Pereira, ministrará uma palestra dentro das “Linhas de conhecimento” que busca conscientizar alunos e alunas da Escola ETI Maria Ylma De Amorim Moreira sobre a atividade turística na cidade e a importância do protagonismo da comunidade neste processo. O tema da palestra será “Conscientização turística e educação ambiental” que terá a participação de Jairo Castelo Branco, superintendente do Consórcio AMSA (Associação Pública dos Municípios do Maciço Baturité para o Saneamento Ambiental).

Danúbia Pereira explica que esse reposicionamento do turismo de Guaramiranga tem como base a interlocução e compartilhamento de oportunidades e responsabilidades entre poder público, empresários e comunidade.

O poder público contribui com as estratégias e agenda de cada secretaria direta ou indiretamente envolvida com a atividade turística. “Está em fase de implantação uma nova disciplina – Turismo e Meio Ambiente – no currículo escolar de determinadas turmas das escolas de tempo integral  com o objetivo de conscientizar desde as crianças o sentido de pertencimento e apropriação, mostrando o que a cidade ganha, qual o papel dos moradores, qual o papel da Prefeitura, dos empresários, enfim, como todos podem se envolver”, detalha. Inicialmente oficinas com o Tema Turismo estão sendo programadas para os professores e alunos da rede municipal

Já os empresários e a comunidade, por sua vez, recebem qualificação, por meio de palestras, oficinas e consultorias, abordando cenários econômicos, demanda do mercado, empreendedorismo, tendências de turismo, manuseio de alimentos, atendimento ao público, entre outros temas pertinentes ao turismo.

A consultora do Sebrae ressalta ainda que a questão ambiental urgente em todo o mundo também está presente e com destaque no projeto de reposicionamento de Guaramiranga no cenário turístico do Estado.

“Guaramiranga está inserida em um dos últimos espaços preservados de Mata Atlântica no Estado do Ceará – a Área de Proteção Ambiental (APA) da Serra de Baturité. É a primeira e mais extensa APA criada pelo Governo do Estado. Há uma diversidade de flora e fauna, que temos de aprender a cuidar. É a nossa casa. Por isso, temos feito oficinas para preservação e ações de limpeza buscando a reutilização de material reciclável para produção, por exemplo, de instrumentos musicais”, conclui.

Linhas da Serra

O roteiro piloto do turismo de experiência foi intitulado “Linhas da Serra”. Linhas no plural, simbolizando as linhas do horizonte com montanhas; as linhas artísticas locais que contam com crocheteiras, bordadeiras, artesãos do cipó e músicos; linhas da gastronomia, oferecendo pratos típicos do Nordeste como panelada, passando por petiscos em um pub, a cafés; e as linhas da fé, em breve o turismo religioso retomará as atividades com a revitalização do entorno da imagem de Nossa Senhora de Fátima.

Compartilhe nas redes

Deixar uma resposta